quarta-feira, 15 de junho de 2011

Conselho de Ética instaura processo contra Bolsonaro


O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, José Carlos Araújo (PDT-BA), declarou ter instaurado o processo disciplinar contra o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), provocado por representação do Psol.

Ele determinou a notificação de Bolsonaro e esclareceu que o processo já está regido pelo novo Código de Ética (Resolução 2/11) e, portanto, está sujeito a avaliação preliminar. O relator, deputado Sérgio Brito (PSC-BA), já anunciou que o parecer prévio será apresentado no dia 29 de junho.
[PSC? Isso tá com uma cara de marmelada...Vamos acompanhar]

Esse parecer prévio é um exame de admissibilidade e definirá se a representação é apta ou não a gerar uma investigação. Esse documento será votado pelo Conselho de Ética e, se a admissibilidade for aprovada, começa a contar o prazo de 10 dias úteis para a defesa de Bolsonaro.

Um comentário:

  1. Olá!
    Parabéns pelo seu blog! Muito bom.
    Gostaria de aproveitar a visita para divulgar o meu blog. Trata-se do contra-afronta.blogspot.com, onde temas como política, cultura, comportamento e cotidiano são abordados, tendo como foco principal os problemas da cidade de Salvador.
    Estou aguardando a sua visita.
    Abraço!

    ResponderExcluir